Peça sua música!

Participação do Ouvinte

Publicado em 04/02/2021 às 17h24 | |

Dia Mundial do Câncer: projeto reconstrói mamilos de mulheres que tiveram câncer de mama no Piauí

Oito mulheres que realizaram mastectomia já foram beneficiadas com o Projeto Cuidando da sua Autoestima, fruto da parceria entre a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí e um estúdio de micropigmentação de Teresina.

DIVULGAÇÃO

 DIVULGAÇÃO

No Dia Mundial do Câncer, esta quinta-feira (4), o G1 conta a história de uma das mulheres beneficiadas pelo Projeto Cuidando da sua Autoestima, que reconstitui aréolas e mamilos de mulheres que tiveram câncer de mama e passaram pela mastectomia (retirada do seio).

A micropigmentação da aréola e do mamilo é a técnica que consiste em fazer um desenho realista da aréola, onde um jogo de luz e sombra cria a ilusão da existência dos mamilos e dos tubérculos de Montgomery (pequenos carocinhos ao redor da aréola).

O projeto é fruto de uma parceria entre a Rede Feminina de Combate ao Câncer do Piauí e um estúdio de micropigmentação de Teresina e já ajudou oito mulheres a recuperarem a autoestima.

Uma das beneficiadas com o projeto foi a agente de saúde Leonice Carvalho, de 56 anos, que descobriu o câncer de mama em 2007 e precisou fazer a mastectomia. Após o tratamento de quimioterapia, radioterapia e hormonoterapia, em 2010 a agente de saúde fez a cirurgia de reconstrução da mama.

 

“Ao me olhar no espelho faltava algo, a completude do feminino, a finalização da estética. Então em dezembro de 2020 tive a oportunidade de fazer a micropigmentação do mamilo com a Naiara”, relatou Leonice Carvalho.

 

Leonice também contou que o procedimento foi bastante simples e sem dor. “Não dói, é rápido e me senti renovada, de alma nova. Quando a gente perde um órgão de aparência notável, tão importante pra nós mulheres, a dor é grande e o que a gente puder fazer para minimizar o sofrimento, deve-se fazer”, disse.

 

O procedimento de micropigmentação

 

A responsável pelo procedimento estético que traz de volta a autoestima de mulheres que tiveram câncer de mama é a micropigmentadora Naiara Dias, que trabalha desde 2018 com estética e beleza e também é fonoaudióloga e coordenadora de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) em Teresina.

 

“Me encontrei na micropigmentação de aréola quando uma mulher muito jovem da família do meu marido teve câncer de mama. Isso me incentivou a me capacitar nesta área”, disse Naiara Dias.

 

A especialista explicou que o procedimento só pode ser realizado com autorização médica e após o tratamento do câncer de mama ser totalmente finalizado.

"A micropigmetação é como se fosse a etapa final. A mulher já passou pelo tratamento de quimioterapia e radioterapia, já reconstruiu a mama e agora chegou o momento de fazer o procedimento que vai dar a sensação de que o peito está completo novamente. Mas é importante frisar que a micropigmetação só é realizada quando o mastologista autoriza o procedimento", disse Naiara Dias.

As mulheres que realizaram mastectomia e reconstrução da mama e querem realizar o procedimento de reconstrução do mamilo e aréola devem procurar a Rede Feminina de Combate ao Câncer e o estúdio de Naiara Dias, em Teresina.

 

Câncer de Mama

 

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o mais incidente em mulheres no mundo. Na mortalidade proporcional por câncer em mulheres, em 2019, os óbitos por câncer de mama ocupam o primeiro lugar no país, representando 16,1% do total de óbitos.

Esse padrão é semelhante para as regiões brasileiras, com exceção da região Norte, onde os óbitos por câncer de mama ocupam o segundo lugar, com 13,2%. Os maiores percentuais na mortalidade proporcional por câncer de mama foram os do Sudeste (16,9%) e Centro-Oeste (16,5%), seguidos pelo Nordeste (15,6%) e Sul (15,4%).

Sintomas

O sintoma mais comum de câncer de mama é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor, duro e irregular, mas há tumores que são de consistência branda, globosos e bem definidos.

Outros sinais de câncer de mama são inchaço; retração da pele; dor, inversão do mamilo, hiperemia (aumento da circulação sanguínea), descamação ou ferimento do mamilo; e secreção, especialmente quando é unilateral e espontânea. A secreção associada ao câncer geralmente é transparente, podendo ser rosada ou avermelhada devido à presença de glóbulos vermelhos. Podem também surgir linfonodos (protuberâncias) palpáveis na axila.

Dia Mundial do Câncer

O Dia Mundial do Câncer, 4 de fevereiro, é uma iniciativa global organizada pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Criada em 2000, por meio da Carta de Paris contra o câncer, a data tem como objetivo aumentar a conscientização e a educação mundial sobre a doença, além de influenciar governos e indivíduos para que se mobilizem pelo controle do câncer evitando, assim, milhões de mortes a cada ano.

 

Rede Feminina de Combate ao Câncer

 

A Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí, é uma entidade filantrópica que tem como objetivo a luta social no combate ao câncer. Foi instalada oficialmente em 08 de abril do ano de 1987.

O trabalho é realizado por um grupo de 70 voluntárias que realizam ações em prol do bem-estar dos pacientes oncológicos em situação de vulnerabilidade social.

 

FONTE: G1PIAUI

Comentários ()

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais de Geral